Search Generative Experience do Google e sua relação com o SEO 

Na era digital, sites buscam a melhor maneira para conseguirem o alcance desejado no Google, o mais popular site de busca da atualidade. Com isso, os redatores utilizam a ferramenta mais conhecida entre a comunidade, o SEO (Search Engine Optimization), que pode mudar a sua forma de utilização com a chegada do Search Generative Experience (SGE). 

Este lançamento feito pela Google chega num período em que a Inteligência Artificial vem sendo cada vez mais utilizada. Para não ficar para trás da concorrência, a empresa lançou o Search Generative Experience, que visa melhorar a experiência de produtores de conteúdo e clientes no ambiente digital. Tudo isso com pesquisas mais aprimoradas que busca atender a necessidade de ambos. 

Pensando em todas as mudanças que o Search Generative Experience pode trazer ao funcionamento do SEO e em toda maneira de fazer e consumir conteúdo digital, confira o que descobrimos sobre está nova ferramenta e seus impactos. 

Search Generative Experience Google SEO 

O que é Search Generative Experience (SGE) 

O Search Generative Experience (SGE) nada mais é do que uma Inteligência Artificial da Google. Ela é utilizada como um método de pesquisa desenvolvido pela empresa para melhorar a eficiência nas pesquisas de usuários, com filtragens nas respostas da IA. 

Diferente do que ocorre atualmente, o SGE surgiu para não apenas focar na otimização de palavras chaves. Essa IA pretende buscar atender as necessidades de usuário além das palavras digitadas em pesquisas. Ela visa entregar o que seus clientes precisam a partir do comportamento em pesquisas e fornece resultados mais precisos. 

Com essa ferramenta, criadores de conteúdo digital também podem ampliar a sua oferta no ambiente cibernético. Mas para isto, precisam criar conteúdo que ofereçam uma experiência ainda mais abrangente para seus clientes. Muito além das atuais técnicas em SEO, mas também dentro dos padrões Search Generative Experience. 

Com esta nova realidade, o ranqueamento no Google não será o mais importante, mas sim uma experiência mais ampla de fidelização do público consumidor. 

Como a Search Generative Experience impacta no SEO 

Com a criação do Search Generative Experience é claro que as estratégias de SEO são diretamente impactadas. Até porque, esta boa e velha ferramenta foi redefinida nesta nova realidade na forma dos padrões de busca, com o objetivo de melhorar a experiência do usuário. 

Confira ponto a ponto em que o Search Generative Experience vai impactar diretamente no método de SEO: 

Mudança de foco: As palavras-chave não são mais o principal objetivo para conseguir o melhor ranqueamento. Nesta nova realidade terá como foco as necessidades do usuário e suas intenções ao realizar uma pesquisa. 

Facilidade do conteúdo: Os conteúdos de navegabilidade mais fácil terão mais espaço, com tempo de carregamentos mais rápidos. 

Conteúdo rico: O conteúdo também precisa ser o mais rico possível, para que a IA da google entenda que ele é importante para seus usuários. Isto impacta diretamente no algoritmo e melhora o ranqueamento. 

Permanência no site: Com esta nova diretriz, o tempo de permanência no site é cada vez mais precioso e não número de visitas dos usuários. Para isso, é importante criar conteúdo que prendam cada vez mais clientes. 

Como usar a Search Generative Experience a seu favor no SEO 

Ao saber o que é Search Generative Experience e como ela impacta diretamente no SEO, o criador de conteúdo deve utilizar esta ferramenta a seu favor. Com isso, o redator ou dono do site terão o seu sucesso atingido, seja com novos leitores ou clientes interessados em comprar produtos. 

Veja algumas dicas importantes para aproveitar a SGE da melhor forma nesta nova realidade de técnicas em SEO: 

Produza conteúdos mais completos: Para criar conteúdo, ainda mais de temas complexos, consulte especialistas, para deixar seu texto ainda mais completo. Assim, o seu material produzido será original e atrairá maior número de leitores interessados. 

Use palavras-chaves de cauda longa: Como a SGE incentiva o consumo de conteúdos cada vez mais complexos, a utilização de palavras-chaves de cauda longa é essencial. Dessa forma, a IA entenderá que seu conteúdo é o mais original e relevante possível. 

Pense na intenção do usuário: Reflita se o usuário pretende consumir um conteúdo informativo ou comercial. Produza seu site de acordo com estas demandas e utilize linguagens de acordo com cada um. 

Utilize linguagem simples: Use uma linguagem natural, de fácil entendimento, para que seu público consiga ter o melhor acesso ao seu conteúdo. E claro, não se esqueça de respeitar as regras da língua portuguesa. 

Impacto no mecanismo de busca 

Como o Search Generative Experience vai afetar o SEO de maneira direta, é claro que a IA da Google vai afetar a otimização de mecanismos de pesquisa. Neste sentido, veja o que vai mudar: 

A função agora é outra: O mecanismo não será projetado para pesquisas e sim para respostas, para oferecer uma experencia ainda mais completa aos usuários que estão à procura de conteúdo. Ou seja, as buscas serã ainda mais personalizadas. 

Posicionamento também mudou: As respostas do SGE aparecerão na parte superior dos resultados de pesquisa. Antes as pesquisas pagam ocupavam esta posição, mas isto mudará. 

Monetização da SGE: A SGE terá os seus anúncios pagos e os investidores que querem fazer seu negócio crescer, já podem contar com essa novidade. Porém, menos anúncios serão habilitados. 

Search Generative Experience nas pesquisas orgânicas em SEO 

Como a Inteligência Artificial vai tomar conta dos métodos de pesquisa dos usuários, as pesquisas orgânicas vão mudar. Ou seja, com o Search Generative Experience, os antigos modos de pesquisas que conhecíamos em SEO irão sofrer alteração. 

Algumas destas alterações serão sentidas ao longo do tempo por usuários e criadores de conteúdo em relação a pesquisas orgânicas: 

Menos cliques em links: Com o SGE, os criadores de conteúdo não terão a necessidade de atraírem mais usuários através de links no site. Até porque, esta nova IA irá fornecer links de onde as informações foram encontradas. 

Perguntas de follow-up: Neste caso, quando o usuário fizer alguma pergunta para o SGE, a IA irá procurar outros tópicos mais amplos em relação ao que foi perguntado. Isto de acordo com o comportamento do cliente em pesquisas anteriores. 

Compartilhe este post

Preencha o formulário abaixo para receber uma avaliação personalizada do seu negócio.
Formulário Páginas Internas