Instagram remove o número de curtidas e leva os instagramers a loucura
Chame no Whatsapp
Facebook WhatsApp
Esconder
Atendimento Online
PELOTAS 53 3199-1011
FLORIANÓPOLIS 48 3052-9082
SÃO PAULO 11 4858-8398
CAXIAS DO SUL 54 3199-0007
BLUMENAU 47 4054-9231
CURITIBA 41 3891-0633
PORTO ALEGRE 51 3191-2137

 

O INSTAGRAM retirou o NÚMERO de CURTIDAS DOS POSTS, este foi um “teste” programado e noticiado que está rodando em vários países, incluindo o BRASiL.

Tenho visto uma grande número de teorias sobre o assunto, vamos tentar voltar no tempo para compreender isto melhor?🤔

A História desta mudança

Em 2016, o Instagram já havia anunciado que o algoritmo priorizaria os momentos que realmente importam, extremamente alinhado com as mudanças posteriores do Facebook de 2018 priorizando família e amigos.

Acontece que no caso do Instagram sempre foi sobre “coisas que você curte”, na própria divulgação do release, o Instagram deixa claro que “o artista que você prefere, aquilo que você mais se engaja, vai estar lá na hora que você entrar” … não importando quantas pessoas você siga. Perceberam a intenção?

O conteúdo que você mais quer ver vai ser priorizado e não mais todo conteúdo das pessoas que você segue.

Agora, vamos dar um pulo para 2019, quando tivemos uma nova atualização vital na plataforma, em meio aos questionamentos sobre a queda no alcance, o Instagram se posicionou falando que os pilares fundamentais do alcance das postagens estavam em:

 o quanto nos engajamos com o conteúdo
 o tempo que ficamos na plataforma
 os horários que mais acessamos
 a quantidade de pessoas que seguimos

Ainda nessa atualização, ele fala em nunca esconder posts dos usuários, enquanto o usuário rolar a tela, ele verá todo conteúdo do feed, mas basicamente ele mata a ordem cronológica e implanta sim um algoritmo definitivo de relevância, bem esperado para quem precisa prender a atenção do usuário diante de um crescimento exponencial.

O que acaba reduzindo sim o alcance nos seus seguidores que não vão “rolar” mais do que o tempo que ficam na rede social.

Então, quando aquele seu guru fala de alcance orgânico menor em contas do instagram, o que ele deveria saber e dizer para você é que “ninguém consegue ter um grau de importância tão grande para tantas pessoas mas sim para as pessoas certas”

Esta é a grande jogada de todas atualizações das plataformas online, seja do google, Instagram, Facebook ou LinkedIn que tenho visto nos últimos anos:

– Se manter importante, continuar útil e interessante.

E agora, temos esta atualização que parece ser o “Apocalipse Zumbi das métricas de vaidade.”

Porque esconder “número de curtidas”?🤔

Primeira pista dada por eles é dizer que eles desejam que as pessoas compartilhem as fotos e vídeos que gostam sem se preocupar com as curtidas.

Ao sinalizar isto ele aponta uma grande falha na plataforma, porque sabemos da existência de milhões de robôs, muito semelhantes aos que quase mataram o Twitter em outros tempos.

Um robô que gera uma curtida não é uma pessoa que se engaja com um conteúdo, é uma falha na matrix. ☠️

Acrescido ao fato de que as curtidas se tornaram cada vez mais ações automatizadas e inconscientes HUMANAS também.

Você nunca se pegou curtindo como se você mesmo fosse um robô? 🤖

Você nunca viu postagens de baixa qualidade que fazem as pessoas curtirem por ação inconsciente?

“Hey, olhem a minha cara quando eu descobri a função de 3 curtidas no Instagram”

Seu cérebro transformou o ato de curtir em algo sem sentido

Cabe ainda lembrar a quantidade de ações inconscientes que realizamos com nosso cérebro preguiçoso.

85% das nossas ações são coordenadas pelos hábitos ( os 85% é pura manipulação, ninguém sabe ao certo o número o quanto mas são predominantes😜)

Se entendemos que a relevância está associada diretamente ao engajamento nas redes sociais, quando uma ação deixa de ser um indicador tão confiável de engajamento o que você faz? 🤔

 todas as redes sociais estão reduzindo o valor das curtidas e focando em ações como comentários e visualização de conteúdo, até mesmo a permanência na tela serve como um indicador maior que uma curtida, a semiótica se torna novamente fundamental na estratégia como foi no e-mail marketing durante anos.

 E se uma métrica distorcida começa a influenciar o comportamento do usuário? Por exemplo, eu consumo um conteúdo só porque observo que ele tem mais curtidas?

Bom estamos, nesse caso estamos gerando engajamento com uma base de dados errada, novamente estamos gerando conclusões erradas com premissas equivocadas, então o caminho é ocultar estes números sim.

Assim como o Facebook reduziu alcance de postagens do tipo “Curte, compartilhe e ganhe” lá atrás.

Se o ser humano é influenciado por prova social e aceitação social, ele vai ter a tendência a curtir aquilo que mais pessoas curtiram, simples assim, e muitas vezes, não são coisas que ele realmente se importava.

Repare que a métrica não foi removida, você vê todas as pessoas que curtiram as suas postagens mas não dos outros.

Você sabe porque isto?

Robôs usavam a lista de curtidores para seguir pessoas que se engajavam com os conteúdos.

Por fim, toda privacidade e liberdade defendida em um texto oficial cheira para mim a pura proteção de dados, aumento de valorização de mercado do produto protegendo de ameaças de estratégias orgânicas automatizadas que prejudicam o modelo de monetização e claro, ocultação de inteligência de dados.

Aqui a privacidade vira bandeira daqueles que guardam os dados pessoais dos usuários somente para eles, deixando claro que você amigo, é o produto principal desse “menu”.

Fontes:

Instagram, Moments that You care about:

https://instagram-press.com/…/see-the-moments-you-care-abo…/

2019, algorithm change

https://twitter.com/instagram/status/1087853297036275712…

Cadastre-se e receba novidades

Com mais de 15 anos de experiência de mercado, a Agência Kaizen é uma empresa Partner do Google, especializada em Marketing Digital de Alta Performance. Com escritórios espalhados por vários estados do país, possuímos um sistema de automação em geração de leads.