entenda por que é tão importante o seu site ser responsivo

 

Um site responsivo é aquele que se adapta automaticamente ao aparelho que o usuário está usando para acessar o conteúdo, seja smartphone, notebook, computador ou tablet.  Independentemente da dimensão da tela, a página apresentará um layout leve, agradável e linear, que permitirá sempre a melhor visualização em qualquer tipo de dispositivo.

Uma das razões para se preocupar com a responsividade é justamente o fato de os smartphones, que têm tamanhos e sistemas operacionais diversos, terem se tornado os principais meios de acesso à internet no Brasil, segundo dados do Suplemento de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2015, a mais recente pesquisa sobre o assunto divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o levantamento, em 92,1% das residências brasileiras, o acesso à internet é feito por meio do celular contra 70,1% via computador. De 2015 para cá, tudo leva a crer que esse número só aumentou - o que torna esta a época indispensável para considerar o desenvolvimento de um site que se adeque às preferências de navegação do usuário.

 

Relevância que gera audiência

entenda a importância do seu site ser responsivo

 

Desde abril de 2015, a Google passou a dar mais relevância nas buscas para sites que oferecem uma boa experiência para diversos dispositivos , ou seja: passou a considerar a responsividade na hora de posicionar as páginas no ranking de resultados.

Sendo assim, um site “Mobile First” (que preza pela navegação via dispositivos móveis) pode ganhar destaque mais facilmente e, com isso, receber mais acessos por simplesmente se adaptar às telas usadas pelos usuários.

Um grande benefício sem custos adicionais se o site já for criado priorizando a otimização da experiência dos internautas.

 

A época dos sites responsivos

site responsivo entenda por que é tão importante o seu site ser

 

Com os smartphones cada vez mais indispensáveis no dia a dia das pessoas, basta olhar ao redor para ter uma prova do por que esta é a época dos sites responsivos: pessoas de olhos fixos na telinha.

E quem está direcionado a atenção para os sites e aplicativos de celular tende a continuar fazendo isso se o layout permitir que a experiência seja completa - sem a necessidade de ajustar o zoom da página para, por exemplo, conseguir ler.

Segundo o Google Developers, o uso de um web design responsivo ainda reduz a chance de erros que geralmente afetam sites criados para dispositivos móveis, o que torna esse método o melhor para atender todos os universos: do PC ao smartphone. Além disso, o Google PageSpeed Developers ainda destaca que esse modo de desenvolvimento ainda torna mais rápido o carregamento completo da página em dispositivos móveis.

Outro ponto que vale levar em conta é que utilizar esse tipo de página ajuda a diminuir a taxa de rejeição (chamada de “bounce rate” em inglês), que é quando o usuário justamente acessa apenas uma página do site e sai sem clicar em nada. Para o algoritmo do Google, esse comportamento pode acabar sinalizando que o conteúdo não é relevante - o que leva à perda de posições nas buscas.

Portanto, focar na criação de um site responsivo facilita a fidelizar o usuário. Se a página não for otimizada, o internauta passará cada vez menos tempo ali, sairá antes de qualquer interação e acabará deixando de acessá-la completamente - afinal, 3G e 4G não são baratos no Brasil, mas essa é outra discussão…

Sendo assim, ao considerar todos os pontos fica fácil concluir que utilizar um site responsivo é benefício para todos: para quem oferece algum serviço ou produto pela internet e ao usuário que consegue encontrar facilmente aquilo que procura - e ter acesso imediato e eficaz.

 

 

Sara Oliveira
Sara Oliveira Sobre o(a) autor(a)
Formada em Jornalismo e com experiência em Web Design, apaixonada por usar a escrita para mergulhar em novos universos e acumular conhecimentos. Faço parte do grupo Kaizen desde Abril (:

cadastre-se e receba novidades