CONSULTE UM DOS
NOSSOS ESPECIALISTAS
SEM NENHUM CUSTO

O Facebook acaba de lançar sua versão exclusiva para empresas. O Workplace, é uma nova versão do antigo Facebook at Work, que vinha sendo testado a mais ou menos um ano e já atraiu mais de mil clientes corporativos, incluindo empresas como Danone e Starbucks e organizações sem fins lucrativos.

Embora similar em muitos aspectos, o serviço é totalmente independente do Facebook e possui algumas diferenças significativas, como o fato de ser gratuito somente para ONG’s e instituições educativas. Para as demais empresas, o Workplace oferece três meses de teste gratuito, e após esse período passa a cobrar um valor determinado pelo número de funcionários ativos na rede:  

Até mil colaboradores: US$ 3 (R$ 9,62 na cotação atual)

Até 10 mil colaboradores: US$ 2 (R$ 6,42)

Mais de 10 mil colaboradores: US$ 1 (R$ 3,21)

 

A proposta é trazer a mesma integração do Facebook para o ambiente de trabalho, criando uma alternativa mais interativa que o e mail, que facilite a comunicação interna e aumente a produtividade.

Segundo o diretor do projeto, Julien Codorniou, a plataforma “tem a ambição de mudar a forma de trabalhar das empresas, de dar voz a todos, de oferecer aos funcionários, inclusive os que até então não tinham um e-mail corporativo, as mesmas ferramentas de comunicação que usam em sua vida privada" e “conectar através do celular todos os empregados de uma empresa", já que pode ser utilizada pelos sistemas operacionais iOS, Android ou através de um browser.

Recursos

O Workplace possui funções como  dashboards e métricas para análises internas, pode ser integrado ao sistemas de TI das empresas e os perfis na rede não tem nenhuma conexão com o perfil pessoal dos funcionários no Facebook. Ao invés do tradicional azul, a nova plataforma tem como base o cinza, não exibe publicidade, nem possui recursos de entretenimento, como jogos, e ainda garante não recolher dados dos usuários.

Também são mantidos alguns recursos do Facebook como feed de notícias, grupos, chat, mural, Live, tradução e as famosas reações e curtidas.

Para as próximas  semanas o Workplace promete ainda  incorporar um novo recurso chamado Multi-Company Group, que possibilitará a criação de grupos a serem compartilhados por mais de uma empresa. Dessa forma, a comunicação entre corporações parceiras que estejam desenvolvendo projetos conjuntos ficará mais fácil.

Para impulsionar a implantação entre seus clientes, a rede social deu indicativo de implantação de um programa colaborativo com sócios como Deloitte Digital, Edelman, Weber Shandwick ou Ketchum.

A nova plataforma de Mark Zuckerberg será concorrente de programas da Microsoft como o Slack e o Yammer.

 



cadastre-se e receba novidades